Meu Facebook

Meu Facebook
A única guerra que se perde é aquela que se abandona

.

.

.

.

.

Photobucket  photo anigifbanda_zps5b777744.gif

.

.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Te amo Jean, obrigada.

.
Muita gente não vai entender mas é o seguinte: O Jean Wyllys é muito, mas muito mais Homem com H maiúsculo do que todos os homofóbicos juntos. Cuspiu na cara de um fascista. 
Ali tinha o cuspe de milhões de brasileiros, milhões.

Tem que ter coragem, tem que ter espinha ereta, tem que ter a certeza de que não é um corrupto, tem que ter a certeza de que não é uma pessoa que está ali por poder e dinheiro.
Ele é um deputado federal, ele é o povo.

Quem disser o contrário é um fascista, um nazista, um homofóbico, e não está vivendo de acordo com as regras da nova ordem mundial que é o respeito a liberdade de um ser humano. O Brasil quer voltar ao seculo XIX.

Aqui em nosso país temos uma nação despolitizada, inflamada apenas por ódio, que não consegueter uma discussão de assunto algum que tenha conteúdo e lógica. Parecem papagaios repetindo mantras que leem em revistas de midia marrom e canais de TV completamente comprometidos.
Essas pessoas são o reflexo de muitos deputados que tive o desprazer de assistir ontem dando o seu voto.
Nada contra a família, nada contra deus...mas ontem o voto era de um julgamento que tinha DOIS pareceres...DOIS, e muito poucos os citaram....vi o fascismo apenas isso. Sim, o fascismo fala em deus e família...usa como justificativa para a sua postura anti-ética.

E o horror dos horrores .....acharem natural um réu do STF ser o líder da infâmia.
Agora eu apelo...
Que Deus ilumine o Senado.

E mais uma vez, obrigada Jean Wyllys.


SOBRE O CUSPE AO FASCISTA

Depois de anunciar o meu voto NÃO ao golpe de estado de Cunha, Temer e a oposição de direita, o deputado fascista viúva da ditadura me insultou, gritando "veado", "queima-rosca", "boiola" e outras ofensas homofóbicas e tentou agarrar meu braço violentamente na saída. Eu reagi cuspindo no fascista. Não vou negar e nem me envergonhar disso. É o mínimo que merece um deputado que "dedica" seu voto a favor do golpe ao torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra, ex-chefe do DOI-CODI do II Exército durante a ditadura militar. Não vou me calar e nem vou permitir que esse canalha fascista, machista, homofóbico e golpista me agrida ou me ameace. Ele cospe diariamente nos direitos de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais. Ele cospe diariamente na democracia. Ele usa a violência física contra seus colegas na Câmara, chamou uma deputada de vagabunda e ameaçou estuprá-la. Ele cospe o tempo todo nos direitos humanos, na liberdade e na dignidade de milhões de pessoas. Eu não saí do armário para o orgulho para ficar quieto ou com medo desse canalha. 




Tailor Mouse

Tailor Mouse