Meu Facebook

Meu Facebook
A única guerra que se perde é aquela que se abandona

.

.

.

.

.

.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Assustador

.
Sim, "isso é o mais assustador: o avanço de uma mentalidade claramente fascista, que se orgulha de sê-lo, que nem disfarça mais".
Luis Felipe Miguel
15 h
"Balança que essa quenga cai". "Prisão é pouco, fuzilamento já". "O PT vai sangrar". A mãe que exibe orgulhosa o desenho do filho, aparentemente uma criança bem pequena, dois bonecos com a legenda "morra Lula - morra Dilma". Saudações nazistas.
A agressividade dos protestos da direita é impressionante.
Lembro das passeatas pelo impeachment de Collor. Não foi nenhum espetáculo de consciência política, o discurso em geral era raso, pipocavam refrões sexistas ("Rosane, sua galinha/Foi o PC que pagou sua calcinha"). Mas não se via na rua uma fração do ódio que hoje é ostentado.
O mesmo para os protestos de Fora FHC. Ou, recuando, para as manifestações das Diretas. Queríamos o fim da ditadura. Ninguém queria enforcar toda a cúpula das forças armadas.
Na verdade, acho que nem as manifestações anticomunistas que precederam o golpe de 1964 verbalizaram um ódio assim tão escancarado.
Isso é o mais assustador: o avanço de uma mentalidade claramente fascista, que se orgulha de sê-lo, que nem disfarça mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tailor Mouse

Tailor Mouse